segunda-feira, 30 de maio de 2005


Tipassim, até que demorou pra deus estender os seus domínios.
Nós, teleguiados do orkut, agora podemos também escancarar nossos desejos consumistas.

No momento estou com lombrigas por causa deste:


Post dedicado à Luciana Cristina que compartilha da mesma realidade. Ho.
Homens definitivamente têm TPM.
Hoje quero matar um.

sábado, 28 de maio de 2005


Nem Av. Paulista, nem Obelisco.
Os anônimos da Estação Sumaré deveriam ser o símbolo de São Paulo.

sexta-feira, 27 de maio de 2005

Nelson Rodrigues em uma de suas últimas entrevistas:

Fui recentemente a um programa de televisão e me perguntaram se eu tinha alguma coisa a dizer aos jovens brasileiros, ao que respondi: Que deixem de ser infantis! Somente. Nunca a juventude foi tão pouco generosa, tão pouco heróica, tão pouco humana. Espero que um dia a juventude tenha um grande renascer. É necessário. Os jovens da França praticamente tomaram o poder em 1968. Deram as costas a De Gaulle. Mas, uma vez no controle das universidades, eles não fizeram absolutamente nada.
Descobriram que não tinham nada a dizer. Era tudo puro exibicionismo. Afinal, o que tem a dizer um jovem de 17 ou 18 anos? Nada.
São os velhos que detêm a sabedoria e que podem assumir a liderança.
De Gaulle era velho. Mao era velho. Chiang era velho.

quinta-feira, 26 de maio de 2005

Foram necessários 3 anos postando sob a mesma alcunha para que eu sentisse a necessidade de novos ares, algo como experimentar novos sabores de mim mesmo numa ato de dar um passo além. Não concordo que o verdadeiro passo fosse parar de postar, não, não - até mesmo porque quando escrevo me desconstruo e reelaboro os significados da realidade. Assim, acredito que o verdadeiro passo é dado na medida em que novos caminhos são encontrados para que estes significados tomem corpo.
Em um dos últimos posts no finado RT!, eu dizia que toda essa correria bestamente sem sentido da chamada vida pós-moderna, hiper-moderna, fuck-whatever-moderna nos esteriza e, muito bem dito pela moça dos cabelos vermelhos, nos HISteriza.
Por outro lado em algum momento o Lacan dizia que a busca de um sentido só é possível quando encontramos o nosso fio da história.
Quem é você? Qual a sua história? Quem comeu quem antes de você nascer? E por aí vai...
Taí. Quero compreender não só o meu fio da história, mas também o das pessoas invisíveis que passam nas ruas, dos desvalidos, dos pequenos, dos que mandam, dos que simplesmente respiram, na tentativa de dar novos passos e, quem sabe, de encontrar um sentido.
*
Em tempo, São Paulo em feriado de maio é deliciosa.
Vazia com sol fraco e brisa fria.
Sinestesia no ar.
Rendam-se Terráqueos!
*05-05-2002 +24-05-2005. Com afeto, com paixão.