domingo, 24 de julho de 2005

a impossibilidade mantém a paixão.

2 comentários:

matheus disse...

A convivência deserotiza as pessoas

álvares de azevedo disse...

putz, é verdade