domingo, 31 de julho de 2005

Tem pessoas que têm como meta de felicidade uma casinha no campo pra plantar com a mão a pimenta e sal. Hoje eu diria que a minha meta de vida do momento seria algo bem menos ambicioso (será menos mesmo?): o de reorganizar a minha vidinha e tocá-la com alguma tranquilidade.

Finalmente, após muitas brigas contra o engessadíssimo sistema uspiano e contra um elenco de vaidades maculadas, a minha matrícula no doutorado foi efetuada com sucesso e a bolsa pelo CNPq aprovada.

Agora a ansiedade me consome: são 22 dias pra ganhar o mundo.

Luzes, bingo, salve salve, três pulinhos.

2 comentários:

Samambaia da zona oeste disse...

Arrasou hein?

1.000ton disse...

Meus parabéns! E qual é a tese?