domingo, 19 de fevereiro de 2006

Gauche

Sempre tive talento pra ser gauche na vida.
Aos 5 anos desejava ser "consertador" de máquina de lavar, talvez porque esta fosse a profissão mais incrível que conhecesse naquela idade. Depois virei criança nerd porque em alguma coisa eu precisava ser bom - não, não me julgava bonito tão pouco habilidoso nas aulas de educação física.
Superadas essas pequenas mazelas e com tudo em cima aos 28, ainda não me acostumei com esta minha nova condição.
Ser gauche era o driveforce da minha vida.

6 comentários:

matheus disse...

consertador de máquina de lavar é O futuro.

melo disse...

consertador de máquina de lavar?
uma coisa fetiche...

Murilo disse...

o legal é q tenho certeza de q vc nao seria como todos os consertadores, que deixam o cofrinho a mostra.

murilo disse...

Agora q vc trabalha na suécia, mande lembranças dai, mande! ;)

Carla disse...

Stuart consertando maquinas de lavar... Se o fizesse tão bem quanto dar aulas a cursinhos pre vestibulares, ia dar dim dim! rss

Pat disse...

qdo era criança queria ser motorista de carro de bombeiros...
achava o máximo...
ou correspondente de guerra, fotógrafa

não queria ser aeromoça, como qualquer mocinha de família.

please, onde fica um restaurante vegetariano legal no centro ? onde fica esse Lotus ?
moro perto desse Futurama, acho o supermercado mais barato , mas um NOJO DE SUJO.
brigada !
Pat