quinta-feira, 11 de janeiro de 2007

Mote

Gosto dos meus 29.

Tão logo os 30 estarão aí. Que venham.

Antes que isso se torne uma propaganda de cigarro, daquelas cheias de felicidades nicotinadas, interrompo o meu pensamento.



Apenas afirmo que aos 29, já não sou tão bobo a ponto de ter verdades fechadas.









powered by performancing firefox