segunda-feira, 16 de novembro de 2009

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Êxodos



Até há não muito tempo atrás, nunca havia pensado em ter plantas.
Bastou a primeira. É como celebrar o ciclo da vida num momento de purificação.

Num ciclo de mim de mesmo, leso, me acabo e daí sigo puro até a próxima transversal.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009



Começa nessa sexta, 11/09, mais uma edição do Revelando São Paulo.
A idéia é reunir e divulgar a cultura tradicional do estado. Congadeiros, moçambiqueiros, foliões do Divino e de Santos Reis, são gonçaleiros e catireiros, violeiros, romeiros, cavalarianos e artesãos de várias procedências marcam presença. Também se faz presente a culinária. Virados, fogados, cuscuz, o pingado da Freguesia, frutas cristalizadas entre outros. Vá todos os dias e prove um prato por vez. Cada um, um verdadeiro almoço.
No parque da água branca até o dia 20.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

quinta-feira, 13 de agosto de 2009




Funciona somente aos finais de semana e abre a partir das 2 da manhã. É isso aí. Com a maior disposição do mundo o seu Toninho faz os churros de maneira artesanal: a massa salgada é colocada em um pistão de cobre e frita no óleo quente. Tudo no ponto.
A lugar é bem apertadinho, sem luxos, no meio da Mooca industrial.
Tem família, modernos, gente foi pra balada e os que ainda irão.

Fica na rua Dona Ana Néri, 282 - Mooca. (Quase atrás de uma banca de jornal)

Ah, essa da foto é a roda pequena.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Qui C'est Celui-Là é uma ótima versão pra Partido Alto. No youtube, Pierre Vassiliu:

terça-feira, 14 de julho de 2009

Entenda a Praça Roosevelt
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u593917.shtml

segunda-feira, 27 de abril de 2009



Laaaá em cima, na estrada da Santa Inês, já em Mairiporã, fica a antiga serralheria que virou restaurante. Há uma deliciosa mesa de café da manhã com pães, sucos e doces bem servidos. A dica é ir em manhãs frias e, com um pouco de sorte, sentar pertinho do forno à lenha aí da foto. Como até gorfar por 17 reais. Música ao vivo: harpa, violino ou bandolim dependendo do dia.


Em 1900 a comunidade italiana paulistana decidiu criar uma festa que se tornasse ponto de encontro de todos os descendentes italianos em São Paulo. Acontece no meião do Brás, ali na rua Caetano Pinto, abrindo o calendário das festas italianas em São Paulo. Ok, o macarrão Petybom é mesmo de todas assim como o churrasquinho e o quentão. A difererença mesmo fica por conta da facilidade de locomoção (muuuito menos cheia que a Achiropita) e pelos preços amistosos. Neste ano a Casaluce acontecerá todos os finais de semana até 24 de maio. Desça na estação Pedro II. (Para alguma coisa essa estação serve, não é minha gente?)

Festa de Casaluce

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009




Essa foi uma descoberta do Sergito. A Dorival fica na galeria da Dom José de Barros (a do número 301) bem escondida. BEM. Chegando lá procure uma escada de degraus pretos que dá acesso ao mesanino. Ao contrário de muitos sebos, tem um atendimento muito atencioso e bons preços. Aliás, boa parte dos preços são altamente negociáveis - os indicativos de 30, 40 reais não são válidos e isto é protamente avisado pelos funcionários. Em geral cada ítem sai por 5 reais. Outro destaque é o acervo, não muito numeroso mas com títulos muito além das trilhas de novelas que apinham os concorrentes. Na dúvida, procure o Sr. Vitor.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009



Acontece sempre às terças e sexta-feiras no CEASA, ali super na mão na Vila Leopoldina. O melhor acesso para os desmotorizados é pela estação CEASA da CPTM. O site diz assim:

O Entreposto da capital também abriga a maior Feira de Flores e Plantas do País. Realizada no pavilhão MLP, em área de mais de 20 mil m², esta feira reúne cerca de 1.100 produtores de flores, plantas, grama e mudas e apresenta uma área especial para acessórios e artesanato. Os preços dos produtos mais vendidos estão disponíveis na página de Cotações. A Feira de Flores vende no semi-varejo. As rosas são vendidas em maços de 60 botões, violetas em caixas de 15 unidades, assim como as mudas, mas também é possível encontrar maços menores e outras variedades de flores e plantas vendidas por unidade.

* * *

Encontrei mudinhas de gardênia e de mini-gardênia por R$ 4,00. Havia também jasmim-estrela por R$ 7,00. (nas floriculturas são vendidas por 20,00, isso quando encontra...) Uma delícia.
A única desvantagem é realmente madrugar já que a feira termina às 10:30 da manhã... mais


Fundada em 1872 é considerada uma das mais antigas do Brasil. Fica na Pça João mendes colada no Sebo do Messias.
Em baixo tem cara de uma padaria comum, cheia de linguas de sogra, pãezinhos, bolos, coxas-creme e funcionários uniformizados.
No fundo à esquerda há um elevador que funciona como um portal mágico de acesso ao salão charmoso aí da foto.
Não é caro e serve alguns pratos à la carte bem servidos. mais