sábado, 4 de abril de 2015

Roubadas

O tal do ônibus leito para Cochabamba foi a *maior* roubada. Resumo:
Pegamos um trânsito daqueles de descer todo mundo na rodovia. Não sei se era para economizar combustível, o motorista (ligadão mascando folhas de coca) desligou o ar condicionado. Imagina um climão de gente suada no abafado.
Choveu. Menção honrosa para a goteira bem em cima do meu lugar. Mesmo assim estou feliz por ter chegado.

Nenhum comentário: