segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Mochilão 2016 - Trecho Resistência - Salta

Cheguei em Resistência por volta das 20h30. Embora a distância fosse relativamente curta o caminho de Asunción até Resistência, como já contei aqui, foi muito extenuante devido às paradas para fiscalização de bagagens e de documentação dos passageiros. Providências locais: encontrar um novo chip para celular; encontrar algum lugar para jantar; encontrar passagens para Salta. O primeiro objetivo falhou pois o único lugar que vendia chip me informou o famoso tem mas acabou. Sem muito esforço, encontrei uma lanchonete simples na rodoviária e pedi o único prato do dia - costela com ovo e salada. Eu realmente precisava comer algo mais substancial do que as chipas que comprei de um ambulante durante o caminho, mesmo que fosse carne vermelha (que raramente como). Finalmente, fiz a busca por todos os guichês à procura de passagens para Salta. Os preços e horários variavam bastante e iriam determinar se eu dormiria em Resistência uma noite ou encararia mais 10-12h de viagem. O truque de procurar pelo guichê mais bonito e iluminado funcionou. A Flecha Bus tinha o menor preço, o melhor horário (21h50) e ainda contava com serviço de bordo. E fez-se história - cheguei à Salta um dia antes do planejado e a tempo de fazer o passeio de trem.

Nenhum comentário: